“O ensino que se funda no processo de despertar os poderes latentes do Espírito, é o único que realmente encerra e resolve o problema da educação.” – Pedro de Camargo “Vinícius”

A evangelização das crianças e jovens sempre foi a nossa prioridade, tendo surgido esta tarefa aquando do nascimento do Grupo Espírita Batuíra (GEB) em Portugal, no dia 8 de Julho de 1997 tendo começado com quatro crianças e no momento este número ascende a mais de quarenta evangelizandos com idades compreendidas entre os cinco e os vinte cinco anos.

 O Departamento de Evangelização Espírita Infanto-Juvenil, tal como todas as tarefas da casa, tem o seu próprio mentor espiritual, aquele que inspira os evangelizadores a desenvolver o seu trabalho em plena sintonia com os princípios que norteiam a Doutrina Espírita. O nosso guia é Pedro de Camargo que, enquanto encarnado, foi um educador e divulgador espírita brasileiro que levou à vida prática a teoria evangélica e que desenvolveu um proveitoso e intenso trabalho de divulgação do Espiritismo com o pseudónimo de “Vinícius”.

Os jovens são uma parte muito importante do GEB. Para além de frequentarem as aulas de evangelização que decorrem aos sábados, participam com grande entusiasmo em todos os eventos. Possuem o seu próprio grupo de Teatro e fazem parte das tarefas de assistência social (Sopa Fraterna e Pãozinho).

Não podemos mencionar a importância da evangelização sem relembrar Kardec na pergunta nº 383 d’ “O Livro dos Espíritos”:

“Qual é, para o Espírito, a utilidade de passar pela infância?”

“— Encarnando com o fim de se aperfeiçoar, o Espírito é mais acessível durante esse tempo às impressões que recebe e que o podem ajudar no seu adiantamento, para o qual devem contribuir os que estão encarregados da sua educação.”

Alerta-nos assim, o grande educador, para a importância da educação e da plantação dos valores morais no coração dos pequenos seres. É nesta altura que se pode reformar o seu carácter e reprimir as suas más tendências trazidas de outras épocas na viagem eterna do espírito.

É por isso que é tão necessário que as crianças ouçam falar de Jesus, que lhes sejam transmitidos os seus ensinamentos, os seus valores e, também, conhecerem as Leis Naturais estabelecidas por Deus, que governam todo o Universo. Só assim, quando ao saírem da adolescência reaparecerem os seus verdadeiros carácteres, irão ter meios para combater as vicissitudes que ainda trazem com elas e que precisam de lapidar para evoluírem espiritualmente.

É urgente semear Jesus no coração das crianças. Esta pequena semente de hoje irá florescer no jovem de amanhã e será a árvore frondosa e forte no homem futuro, preparando-o para este novo milénio que se está a iniciar.

Deixar um comentário